em aboutCOM

À espera de uma notícia (ou de um milagre, mesmo): o tempo da mídia é diferente do seu

por Flavia Sobral Faccioni

Saber esperar e manter um bom relacionamento com o jornalista são pontos essenciais para emplacar notícias. Acredite: dá certo

Imagine se fosse com você ou com sua empresa: uma grande marca de TI – com destaque no mercado e notícias sempre divulgadas por mídias importantes – esperou nada menos do que nove meses para que uma matéria emplacasse. Sim: n o v e  m e s e s. Praticamente uma gestação.

Acredite ou não, esse foi um resultado de sucesso. E minha explicação tem mais lógica e metodologia do que você imagina.

Muitos imprevistos ocorreram nesse tempo. Começou com um problema de agenda – primeiro do jornalista, depois do porta-voz. Depois, mudanças estruturais na organização impediram a conversa. Quando tudo estava preparado – e a companhia tinha, inclusive, novidades para compartilhar – houve nova incompatibilidade de horário. A alternativa foi bater um papo por videoconferência. Talvez dessa forma, sem a necessidade de deslocamento, a conversa desse certo. Nada.

Todo esse desencontro não teve relação alguma com o assunto ser desinteressante ou o jornalista não estar aberto – simplesmente, outras questões falaram mais alto. O fato é que, nove meses depois, a entrevista rolou. O jornalista não havia perdido o interesse e mandou algumas perguntas por e-mail. Mesmo não sendo a melhor – e mais produtiva – forma de entrevista, o porta-voz da empresa respondeu com todo cuidado e detalhe e ganhou o espaço de entrevista do mês, tendo sua empresa como case de destaque.

Três lições podem ser tiradas dessa história: tenha paciência, bom humor para levar o assunto de forma leve e respostas às perguntas com toda atenção e cuidado – seja pessoalmente ou por e-mail.

Não adianta: o cenário atual do mercado é composto por redações com equipes pequenas e poucos jornalistas escrevendo sobre os mesmos assuntos; menos veículos de comunicação; e, por fim, mais  empresas em busca de espaço na mídia. O resultado dessas variantes, nem sempre, é a resposta positiva (e rápida) que a companhia espera depois de enviar uma sugestão de pauta. Mas quando o trabalho de relacionamento é bem-feito, pode ter certeza: o retorno chega. Nem que seja nove meses depois.

Saiba mais:
Jornalismo de negócios: os sete segredos de uma boa fonte de TI
5 dicas cruciais para emplacar um artigo na mídia

Imagem: Pixabay

Escreva um comentário

Comentário