em aboutCOM

Top 10: os erros de português mais comuns no mundo corporativo

Por Editorial aboutCOM

Profissionais ainda deslizam quando o assunto é o nosso idioma e correm o risco de manchar a imagem de uma empresa ou atrapalhar o andamento dos negócios

Comunicação corporativa vai além de posicionar a marca ou ter uma notícia emplacada na mídia: apesar de não ser vista assim pela maioria das empresas e líderes, ela está em tudo: nos trejeitos do executivo em uma entrevista ou em um e-mail interno que ele redige, pedindo que uma tarefa seja executada. Uma pesquisa feita pelo Project Management Institute Brasil (PMI) com 300 companhias nacionais e multinacionais mostrou que em 76% delas os projetos não dão certo porque os profissionais não sabem escrever nem falar bem.

Erros de português podem manchar a imagem de uma empresa e atrapalhar o andamento de parcerias por demonstrarem amadorismo e falta de preparo. Especializar-se em uma área ou ingressar em um curso de inglês ou espanhol são ações relevantes que ajudam na construção de um formador de opinião, mas, antes disso, é essencial dominar as regras do português e saber se expressar com clareza, sem precisar recorrer a jargões como “agregar valor ao negócio”, “sinergia” ou “proatividade” – termos batidos que, em vez de transmitir conhecimento, mostram que o executivo tem um repertório pobre.

Veja, a seguir, os dez erros mais comuns de português no mundo corporativo que vemos por aqui:

  1. A/há
    Erro: Atuo no setor de controladoria a 15 anos.
    Forma correta: Atuo no setor de controladoria há 15 anos.
  1. A longo prazo/ em longo prazo
    Erro: A longo prazo, serão necessárias mudanças.
    Forma correta: Em longo prazo, serão necessárias mudanças.
  1. A nível de/ em nível de
    Erro: A nível de reconhecimento de nossos clientes, atingimos nosso objetivo.
    Forma correta: Em relação ao reconhecimento de nossos clientes atingimos nosso objetivo.
  1. À partir de/ a partir de
    Erro: À partir de novembro, estarei de férias
    Forma correta: A partir de novembro, estarei de férias.
  1. A pouco/ há pouco
    Erro: O diretor chegará daqui há pouco.
    Forma correta: O diretor chegará daqui a pouco.
  1. Anexo/ anexa/ em anexo
    Erro: Segue anexo a carta de apresentação.
    Formas corretas: Segue anexa a carta de apresentação. Segue em anexo a carta de apresentação (sempre concordado com plural ou singular)
  1. Aonde/onde
    Erro: Não sei aonde fica a sala do diretor
    Forma correta: Não sei onde fica a sala do diretor
  1. Houveram/houve
    Erro: Houveram rumores sobre um anúncio de demissão em massa.
    Forma correta: Houve rumores sobre um anúncio de demissão em massa.
  1. Através/ por
    Erro: Fui avisada através de um e-mail de que a reunião está cancelada.
    Forma correta: Fui avisada por e-mail de que a reunião está cancelada.
  1. Seja/seje
    Erro: Tomara que eu seje a primeira pessoa a chegar o escritório.
    Forma correta: Tomara que eu seja a primeira pessoa a chegar o escritório.

Saiba mais:
Ninguém gosta de admitir que se comunica mal – mas precisa
No que apostar – e o que evitar – na hora de se comunicar

Imagem: divulgação

Escreva um comentário

Comentário