em aboutCOM, Estratégia de Comunicação, imprensa, Sem categoria

Como fazer um plano integrado de comunicação e marketing para empresas de tecnologia

Editorial aboutCOM

Muito se fala sobre plano integrado entre marketing e comunicação em tecnologia. É preciso valorizar a convergência das áreas para garantir o seu sucesso.

O telefone da Comunicação toca, é do Marketing: “há uma nova campanha e quero compartilhar o briefing para que pensem na estratégia de divulgação para a imprensa de tecnologia”. Essa é a rotina em boa parte das empresas. Aí, fica claro o desconhecimento do potencial de trabalharem juntas, desde o início, na criação de um plano integrado. Campanhas vencedoras harmonizam mídias sociais, marketing, relações públicas, conteúdo e investimentos em mídia, para superar os desafios de impactar e gerar relevância junto ao público-alvo.

Quando penso em objetivos de comunicação para empresas de tecnologia

O sucesso de um objetivo decorre de esforços unificados, mas os departamentos tendem a vê-los de forma distinta. Ao criar um programa de comunicação e marketing que promova o trabalho em equipe entre as áreas é possível direcionar melhor os resultados. A reunião dos ativos de comunicação integrada existentes na empresa pode garantir mais velocidade, agilidade e eficiência para estratégias mais eficazes, com resultados mais claros e conectados ao negócio.

Em tecnologia, por exemplo, é comum haver uma demanda grande de ações que contam com a participação do marketing e da comunicação, sendo relevante para o negócio. Quando o projeto necessita da participação das áreas, é importante que elas consigam determinar um objetivo comum, que possam mensurar, usando cada uma suas ferramentas, mas que entreguem uma análise direcionada à meta comum.

Aproveitando a comunicação em um plano integrado

As relações públicas mudaram nos últimos anos – o digital está transformando a mídia  tradicional e criando novas. Mas o conteúdo relevante ainda é a melhor forma de criar diálogo. É importante pensar em quais conversas estão tendo com seus clientes em potencial e quem são eles; como estão compartilhando essas histórias para torná-las atraentes. São estes componentes relevantes para fazer essa conversa acontecer.

Por meio de estudos de público-alvo e relações públicas é possível obter informações para conhecer melhor a persona com quem precisa dialogar. A partir desse entendimento, as empresas possuem subsídio para melhor adaptar seu conteúdo para alcançar de forma integrada à estratégia e impactar seus clientes. Uma estratégia verdadeiramente integrada é aquela que equilibra a mídia paga, espontânea e própria, todas direcionadas ao mesmo objetivo.

Construir histórias relevantes sempre foi a base do trabalho de relações públicas. Hoje, com os estudos de público e a integração ao marketing é preciso que este conteúdo seja direcionado para cada etapa da jornada do consumidor e atue na melhor experiência dele rumo à aquisição de um produto ou serviço. Com a habilidade do RP de pegar um tema e destrinchá-lo em vários outros, unida à do profissional de marketing de direcionar essas mesmas histórias para a venda, a comunicação fica mais clara, alinhada e, claro, traz resultados de negócios para a empresa.

Relacionamento com a imprensa e sua relevância para o marketing

Se o diálogo é o alicerce do RP, a construção de relacionamentos fortes, principalmente com jornalistas, é um pilar para manter e dar mais importância para toda uma estratégia. Isso reforça o quão essencial é fornecer valor enquanto iniciamos conversas com públicos-alvo. Somente assim é possível garantir que uma marca ou um porta-voz seja lembrado como um especialista valioso para a mídia, que transmite informações consistentes em conversas sobre seu setor.

E qual a importância disso para o marketing? Primeiramente, se pensarmos pela sua perspectiva, podemos afirmar que um veículo de imprensa permeia toda a jornada de funil de vendas, considerando seu potencial em formar o público (aprendizado e reconhecimento) e, compartilhando também cases de mercado (consideração e decisão), algo muito comum no universo de tecnologia. E entender como a mídia conta histórias pode ajudar toda a equipe e, principalmente os porta-vozes, a encontrar fatos relevantes e criar relacionamentos.

Nesse contexto, marketing e relações públicas não podem evoluir sem uma estratégia integrada. E isso requer coordenação, análise e um olhar constante para inovação. Uma agência que pense dessa forma, trabalhando em parceria com essas equipes, pode apoiar muito nesse caminho.

Escreva um comentário

Comentário