em aboutCOM

O uso de artigos na estratégia de comunicação

Com conteúdos opinativos, a ferramenta auxilia no posicionamento de executivos como formadores de opinião

Usar as ferramentas certas, no momento propício, é essencial para alcançar os objetivos do cliente com um projeto de comunicação.  Assim como o press release, a nota e a sugestão de pauta (veja mais em Press release, nota e sugestão de pauta: quando usar cada uma delas?), o artigo é um importante aliado.

O que é?

Com conteúdos opinativos, com os quais o executivo expõe seu ponto de vista e fala em seu próprio nome, a ferramenta é usada para posicionar o líder no mercado e torná-lo referência, formador de opinião, em um determinado assunto. É um texto fundamentado, ou seja, baseado em experiências, dados de mercado e matérias relevantes com as quais o executivo teve contato. A ideia não é falar sobre a empresa, mas emprestar credibilidade à marca com o compartilhamento de conhecimento daquele executivo.

Para inserir a ferramenta na estratégia de comunicação, é preciso identificar os veículos que mais se relacionam com os temas da empresa e que, necessariamente, sejam adeptos à publicação de artigos. Nesse momento, é papel da assessoria de imprensa dar o suporte e as orientações necessárias para que o executivo possa construir um conteúdo exclusivo, relevante e adequado aos padrões e linguagens de cada mídia.

Ponto fortes

Em uma estratégia global de comunicação, é importante que os executivos consigam transmitir – mesmo que em primeira pessoa – como a empresa se posiciona. Um líder que escreve bem, se posiciona corretamente e tem pontos de vista interessantes sobre um determinado tema se torna um porta-voz influente, colocando sua empresa em evidência. Assim, a marca ganha força e respeito no mercado.

Pontos fracos

Nem sempre o artigo é usado da maneira correta. São os casos de empresas que consideram a ferramenta como um texto qualquer, sem conteúdos novos e usada apenas para dar volume à estratégia de comunicação. Por isso, o artigo precisa atrair o leitor, com pontos de vista diferenciados e conteúdos que chamem atenção. Além disso, ao usar a ferramenta com um único executivo, corre-se o risco dele se sobressair como líder de opinião em relação à empresa. Ou seja, se um dia mudar de companhia, acaba levando sua influência junto.

Ao longo do mês, o aboutCOM Blog continuará abordando as principais ferramentas usadas em um plano de comunicação e os prós e contras de cada uma delas! Veja, na próxima semana, como e quando usar entrevistas realizadas por executivos.

Saiba mais:
Press release, nota e sugestão de pauta: quando usar cada uma delas?
Estratégias, planos e ferramentas: a comunicação se constrói em etapas
Assessoria de imprensa: os segredos de uma contratação eficaz

Escreva um comentário

Comentário